terça-feira, 26 de março de 2013

2° dia do jejum de Daniel: Nascer do Espírito Santo e batismo com o Espírito Santo

                   
A campanha do jejum de Daniel tem como objetivo atender a dois pontos:

PRIMEIRO: levar os sinceros ao novo nascimento – O nascimento do Espírito santo.
“Mas, a todos quantos O receberam (Jesus), deu-lhes o poder de sem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem   no Seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus(Espírito Santo)”. (João 1.12,13)
Jesus diz: “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito”. João 3.5

SEGUNDO: levar aos nascidos de Deus o batismo com o Espírito Santo.
“ Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar(...) Todos ficaram cheios do Espírito Santo...” Atos 2.1-4

Os que foram cheios do Espírito Santo, no dia de pentecostes, já tinham nascido de Deus. O apóstolo Paulo só teve autoridade para impor as mãos e ministrar o batismo com o Espírito Santo, quando teve certeza de que aqueles discípulos já haviam nascidos de Deus. Veja o relato: “... Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes? Ao que lhe responderam: Pelo contrário, nem mesmo ouvimos que existe o espírito Santo. Então, Paulo perguntou: Em que, pois, fostes batizados? Responderam: No batismo de João. (...) Eles  tendo ouvido isto, foram batizados em o nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam” Atos 19.2-6

Os que vivem no pecado podem receber o batismo com o espírito Santo? Não, não e não! Como Jesus vai encher do Seus Espírito alguém que gosta de viver de tal forma? Isto seria como se o justo apoiasse a injustiça. Primeiro, eles têm de morrer para o pecado ou se arrepender do mesmo. Segundo, eles têm de clamar ao Senhor Jesus pela Salvação. Após estas atitudes de fé, o Espírito Santo, vendo a disposição e sinceridade dos candidatos, vem e realiza o milagre do novo nascimento.

Depois de o apóstolo Pedro ter apontado os pecados dos Judeus, eles se interessaram:” Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Respondeu-lhes: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em o nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo”. Atos 2. 37,38. Quer dizer: primeiro vem o arrependimento (novo nascimento); em seguida, o dom do Espírito Santo (batismo com o Espírito Santo). Arrependimento não é sentimento de remorso. Arrependimento é reconhecer o pecado, abandoná-lo imediatamente, odiá-lo e fugir dele.

Pode a pessoa sincera nascer do Espírito e, logo em seguida receber o batismo com o Espírito Santo? Claro! Agindo Deus, quem O impedirá?

Fonte: Livro Jejum de Daniel

                                                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário