sexta-feira, 22 de março de 2013

Jejum de Daniel: dicas de desintoxicação II

                    

Deixe a religiosidade e a culpa de lado e entregue-se totalmente aos desejos do Espírito Santo

Desintoxique-se da religiosidade

Fazer sempre as mesmas coisas, muitas vezes movido por desencargo de consciência, de forma sistemática, é o motivo por que a vida de muitos continua sempre na mesma condição: destruída e vazia. Porque se acomodam e muitas vezes pensam e até chegam a falar certas expressões que os seus antepassados usavam: “é a minha cruz”; “o meu carma”; “o meu destino”, etc. São ideias que as religiões incutem em suas mentes, fazendo-as tornar-se dependentes de doutrinas, costumes e tradições.
“Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia a vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo…” Colossenses 2.8

 Desintoxique-se da culpa

A culpa é revelada quando uma pessoa: se autocondena; acredita que não tem valor; que não presta para nada; sente-se impotente; vive presa ao passado; e incrimina-se por coisas que fez ou deixou de fazer. No entanto, a pessoa tem que se perdoar, pois Cristo morreu e ressuscitou para tirar toda a culpa, mediante o arrependimento sincero.
“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.” 1 João 1.9

Nenhum comentário:

Postar um comentário