terça-feira, 5 de março de 2013

O fogo da revolta

                

Não se acomode, mas inflame a chama contra todos os problemas

"Revolta é você focar a sua força total na realização dos objetivos que estão a queimar dentro de si."
Frequentemente, costuma-se definir a imparcialidade como o não tender para lado nenhum; isto é, quando uma pessoa  não toma nenhum partido perante uma situação.

Nascemos tendo os nossos horizontes como limite, mas as pressões do dia a dia fazem com que, aos poucos, os nossos pés fiquem presos a um "chão" chamado rotina. Há pessoas que enfrentam crises violentas na sua vida e ficam sem coragem de tentar algo novo, que seja capaz de tirá-las daquela situação, e vão-se acomodando sem tomar uma atitude.

Contrariamente, a revolta define-se como a não submissão no que diz respeito ao que não não agrada ao ser humano. Isto provoca uma agitação no seu interior, que o faz descruzar os braços e focar toda a sua força na realização dos seus objetivos, que estão queimando dentro de si.
Revolta é fazer acontecer o que não existe, correr riscos e caminhar até ao fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário