quinta-feira, 11 de abril de 2013

20° dia do Jejum de Daniel: BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO

                       
O batismo com o Espírito Santo é a confirmação de Deus, em toda a Sua plenitude, dentro de nós. É a resposta de Deus aos anelos do homem e da mulher cristãos.
Devido à obra diabólica exercida por todas as forças do inferno (por isso, pode-se dizer, sem exagero, que esta terra se transformou num reino de satanás), não há outra alternativa para o seguidor de Jesus Cristo, senão receber o Seu Espírito, para poder ser guiado, em total e completa segurança, por todos os dias de sua vida terrena.

O batismo com o Espírito Santo não pode ser considerado simplesmente em termos de opção denominacional doutrinária. É uma necessidade imprescindível de tal forma que, sem ele, a chance de sobrevivência cristã neste mundo é praticamente impossível.
Quando Martinho Lutero descobriu que “o justo viverá pela fé” e não pelas obras das próprias mãos, então uma grande luz se acendeu neste mundo.
Para aqueles que viviam na sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz do evangelho puro,
limpo e cristalino. As trevas haviam se transformado num poderoso Estado dentro dos demais Estados desta terra, a fim de sugar o sangue dos famintos e ignorantes da graça do Senhor Jesus.

Entretanto, o Evangelho foi sendo difundido e aceito pelas nações.
Infelizmente, o espírito satânico religioso, também, se aproveitou da politicagem egoísta dentro da igreja evangélica e esta, veio a se tornar uma “igreja católica melhorada”. Por isso, hoje, podemos encontrar “pastores” homossexuais, alimentado almas de “cristãos” homossexuais, acreditando que suas línguas estranhas sejam o batismo com o Espírito Santo. Enfim, toda a sorte de orgia e sujeira do lado de fora da Igreja, tem sido também vivida dentro dela. Ora, por isso e muito mais que desconhecemos, só sendo realmente “raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus”, chamados das trevas para a Sua maravilhosa Luz, poderemos nos conduzir neste mundo, e ainda assim manter a nossa fidelidade ao Nosso Senhor Jesus Cristo, sem escorregarmos no adultério, prostituição, avareza e toda a sorte de carnalidade que impera neste mundo podre e nojento.

Por estas razões e muito mais, o batismo com o Espírito Santo se faz urgente na vida de todos os que querem andar “assim como Ele andou”. O batismo com o Espírito Santo significa poder, força, coragem, intrepidez e audácia de se viver, tal qual viveu o Senhor Jesus aqui na terra.


Temos visto muitos cristãos sinceros fazendo um esforço sobrenatural para manter suas vidas dentro do padrão bíblico, em vão.
Na verdade, se com o batismo com o Espírito Santo já não é fácil vencer as tentações e manter o testemunho fiel, imagine sem ele! Muitos procuram se esquivar dos problemas e das tentações, não por uma questão de obediência à Palavra de Deus, mas sim para fugir do mal, ou por medo de tropeçar e cair.
Ora, se o medo existe, então é porque há necessidade de um revestimento de poder, conforme a promessa do Senhor Jesus, quando disse: “... mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo...”
 (Atos 1.8).

Do livro “Mensagens” 

                                                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário