domingo, 21 de abril de 2013

Casais da Bíblia: rei Assuero e rainha Ester

                           

Amor e confiança andam juntos

Ester foi criada por um primo chamado Mardoqueu, pois seus pais haviam morrido e ela era muito nova. Passado algum tempo, o rei Assuero pede para seus oficiais que procurem mulheres bonitas e virgens, para uma delas substituir a rainha Vasti, que foi deposta por se negar a estar na presença do rei (Ester 1:10-12).


Atualmente, poderíamos nomear esse evento como “concurso de beleza”, com a diferença de que a escolhida seria realmente rainha. Foi exatamente o que aconteceu. O rei Assuero gostou do que viu e escolheu Ester. Foi assim que ela passou a usar a coroa real. Mas, havia um porém: ela não contou que era judia 

(Ester 2:8-20).


Um dia, Ester soube que Hamã, um ministro do rei Assuero, queria matar todos os judeus. Diante disso, levantou-se e foi falar com o rei, mesmo sabendo que conversar com ele, sem autorização, poderia ser motivo para sua morte (Ester 4:7-11).


Mesmo assim, ela não teve medo e fez com que o rei a chamasse, ficando no pátio, em frente aos seus aposentos. Ao vê-la, logo pediu para que viesse à sua presença. E Ester começou o seu plano sábio, chamando o rei e Hamã para um banquete.


E assim Ester fez por duas vezes, porém, na segunda, colocou sua coragem e sabedoria em prática, delatando Hamã ao contar o que ele fizera contra o povo judeu (Ester 7:1-10).


Há muito mais por trás da beleza


Primeiro, o rei Assuero viu em Ester a sua beleza, mas depois ele passou a confiar nela. Como isso aconteceu?


Isso somente foi possível porque Ester conseguiu ser uma mulher sábia. Ela tinha o conhecimento de que muitas pessoas estavam sendo mortas, mas não poderia agir sem pensar, para não cometer erros e para que seu marido acreditasse nela.


Antes de falar para Assuero o que estava acontecendo, ela o chamou para um banquete, ou seja, primeiro o agradou, o serviu. Com certeza, Ester deve ter preparado o prato que ele mais gostava, feito outros diferentes e, claro, se vestiu lindamente.


O que Ester fez foi conquistar a confiança do seu marido, agradando com suas atitudes e depois contando a verdade.


Assuero é um exemplo de que a confiança do homem deve ser conquistada pela mulher. Porém, Ester é um exemplo de mulher sábia, que sabe muito bem a melhor hora e forma de agir.


E como você trata a pessoa que escolheu para ficar ao seu lado? Conquista a sua confiança ou tem atitudes que a faz sentir vergonha de você?


Quais são as suas atitudes? De uma verdadeira rainha, um verdadeiro rei, com agrados e afetos, ou repletas de tratamentos frios, sem cuidado, amor e carinho?


Se você quer ter um “rei Assuero” na sua vida, aquele homem que faz o que você quer, que a cobre de carinho e presentes, saiba tratar seu marido, noivo, namorado, da forma correta, mostrando-se uma mulher digna de sua confiança, respeito e amor, sendo testemunha do agir de Deus na sua vida.


E se quer ter uma “rainha Ester”, ouça a sua esposa, preste atenção nos agrados, seja paciente ao ouvi-la. Quem sabe o que ela diz não tem um pouco de sentido (ou todo o sentido)?

Nenhum comentário:

Postar um comentário