terça-feira, 18 de junho de 2013

A mulher sábia edifica a sua casa

                       
A Bíblia orienta: “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” (Provérbios 14.1). Esta passagem vem nos mostrar que quando Deus criou Adão e Eva, buscando edificar Seu Reino, garantiu à figura da mulher a responsabilidade de estabelecer o seu lar, sob a Sua Palavra. Assim, o casamento irá gerar verdadeiros filhos de Deus.

Desde que na união entre um homem e uma mulher cada um cumpra com seu papel, da maneira como estabeleceu o Senhor, sua descendência será perfeita e incorruptível. Desta forma, enquanto o papel do homem é manter-se fiel à sua esposa, amando-a da mesma forma como Jesus amou a Sua Igreja, a mulher será o seu porto seguro, fonte de vida e amor.

A ele foi dada a capacidade de dominar todos os animais e sujeitar a Terra; já à mulher, foi dada a grandeza de poder gerar um filho em seu ventre. Apesar de todo o seu poder, o homem também se reporta à mulher, colocando-se sob sua doce autoridade. Da maneira mais sutil e natural, ela organiza a vida de toda a família e sabe garantir que nada falte aos seus.

Sabe ser forte com delicadeza e, sensata, é capaz de manter todos no caminho certo. Alguns casos exemplificam essa força, como das mulheres que conseguem levar os maridos e filhos mais rebeldes para a Igreja; e viúvas que conseguem educar os filhos e administrar bem suas casas, sem desabar.

“Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido. Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.”
 (Efésios 5.24-27)

Nenhum comentário:

Postar um comentário