terça-feira, 25 de junho de 2013

As promessas de Deus a Jacó

                   
Deus estende Seus privilégios a todos que aceitarem fazer uma aliança com Ele
Quando Deus fez aliança com Jacó, este tinha presumivelmente 77 anos, ainda era solteiro e a sua condição financeira era muito ruim, tendo em vista o fato de que, como fugitivo, não teve condições de levar nenhum bem do seu pai, Isaque.

Além disso, vivia apavorado porque a qualquer momento poderia ser pego de surpresa pelo seu irmão Esaú, que se alimentava do veneno da vingança. Essa situação de Jacó foi semelhante a de Isaque, na terra dos filisteus, e é a mesma situação de milhões de pessoas em todo o mundo, desesperadas pelas doenças e enfermidades, fugitivas do estado de miséria e fome, sem nenhuma esperança no futuro, e, o pior, ignorantes a respeito de um Deus Vivo, Grande e Poderoso, capaz de dar-lhes gratuitamente uma vida nova e abençoada.

Jacó, depois de ter andado pelo deserto durante todo o dia, parou num lugar para descansar, e tomando uma pedra, símbolo do Senhor Jesus, que é a Pedra Angular, deitou sua cabeça para dormir. Foi esse, meu amigo leitor, o segredo da vitória e o sucesso de Jacó com Deus.

Ele permitiu que o Senhor Deus dirigisse os seus pensamentos, porque atrás dos pensamentos vêm as atitudes de obediência e fé, e atrás das atitudes de obediência e fé, o cumprimento das promessas. Daí lhe veio a visão, a mesma que o Senhor Jesus prometera a Natanael, dizendo: "...Em verdade, em verdade vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem." (João 1.51). Vamos analisar por partes as promessas feitas por Deus a Jacó:

1) "A terra em que agora estás deitado, eu ta darei, a ti e à tua descendência"

É interessante como Deus age: às vezes, permite que sejamos levados pelas circunstâncias a lugares ermos, áridos e difíceis, sob todos os aspectos, e lá manifestamos o nosso desespero e aflição, porque não temos ideia do Seu plano para nossas vidas.

Será que Ele se manifestaria daquela forma para Jacó se este não estivesse naquela situação? Observe o fato de que Deus estava prometendo toda aquela terra a alguém que estava dormindo sobre uma pedra. Jacó não tinha um travesseiro sequer para descansar a cabeça, e lá estava Deus lhe garantindo a posse de bênçãos financeiras, isto é, Deus estava firmando uma aliança financeira com ele.

Esse fato estava outra vez se repetindo porque Deus também teve que tirar Abraão da sua terra, da casa de seu pai e da sua parentela para poder fazer dele o grande Abraão. Ele precisou levar Isaque para a terra dos seus inimigos, a fim de agraciá-lo. E agora o mesmo acontece com Jacó, o fugitivo. E tudo isso aconteceu com um único propósito: abençoá-los.

De repente, o leitor está passando por um problema tão cruel, tão difícil, que não consegue enxergar a mínima condição de sair dele. Porém, Deus Se manifestou aos grandes heróis da fé justamente nesses momentos de maior aflição, simplesmente para poder mostrar o Seu Poder e a Sua Glória. Creia nisso, meu amigo leitor, tire proveito dessa situação e conheça o Verdadeiro Deus! É como o dito popular: "Do limão pode se fazer uma limonada!".

2) "A tua descendência será como o pó da terra; estender-te-ás para o Ocidente e para o Oriente, para o Norte e para o Sul"

Novamente, o Senhor Se dirige a ele, não falando de bençãos financeiras, mas de muitos filhos, tão numerosos, que não poderão viver juntos na mesma terra, daí a razão de se estenderem para o Ocidente e para o Oriente, para o Norte e para o Sul.

Imagine, Jacó não tinha nem mulher e o Senhor já estava lhe garantindo filhos como o pó da terra! É claro que podemos interpretar esse tipo de benção como a benção física, ou seja, a saúde, porque, como alguém pode gerar tantos filhos se é doente fisicamente? Deus está, nessa segunda promessa, firmando uma aliança de saúde divina com Jacó.

3) "Em ti e na tua descendência serão abençoadas todas as famílias da terra"

Significa que, através de Jacó e de seus descendentes diretos, todas as famílias na Terra poderão ser abençoadas. É exatamente isso o que estamos vendo, pois através de Jacó veio o Salvador Jesus, pelo qual todas as pessoas, sem distinção de cor, sexo, idade, nacionalidade ou classe social, têm o direito de alcançar as mesmas bênçãos que foram determinadas para Jacó e seus descendentes.

Deus não foi e nem é egoísta de querer abençoar apenas um povo, não! Mas, através desse povo, Ele estende os privilégios a tantos quantos aceitarem fazer uma Aliança perpétua com Ele. Do contrário, apenas continuarão vivendo por viver. Esse tipo de bênção é a Nova Aliança no sangue do Senhor Jesus.

4) "Eis que eu estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei voltar a esta terra, porque te não desampararei, até cumprir eu aquilo de que te hei referido"

Nessa última promessa, Deus dá garantias de segurança a Jacó por onde quer que ele for, até cumprir toda aquela aliança. Esse tipo de bênção é a aliança da proteção divina. O Senhor Jesus deixou esta garantia para todos os seus seguidores, dizendo:

"Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século." Mateus 28.18-20

Nenhum comentário:

Postar um comentário