domingo, 1 de dezembro de 2013

História do bispo Macedo

                          

O fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, nasceu no Rio de Janeiro. Em 1963, iniciou a carreira profissional como funcionário público. Tornou-se contínuo na Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj) e trabalhou no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como pesquisador no censo econômico de 1970. Chegou a completar 16 anos de carreira como funcionário público, mas deixou o cargo para se dedicar à Obra de Deus, o que, na época, foi considerado por algumas pessoas uma loucura.

É casado com Ester Bezerra, com quem tem duas filhas biológicas, Cristiane e Viviane, e um filho adotivo, Moysés. Edir Macedo sempre faz questão de falar sobre o apoio da esposa. Ele diz que a mulher desempenha um papel importante na família. Ela educa os filhos para serem homens de fé, cuida do marido, da casa, enfim, vive um dia a dia agitado. Porém, o diferencial da mulher de Deus é que ela faz tudo com a direção do Senhor.

Edir Macedo possui uma vasta formação acadêmica: é graduado em teologia, pela Faculdade Evangélica de Teologia Seminário Unido e pela Faculdade de Educação Teológica no Estado de São Paulo (Fatebom). Fez doutorado em teologia, filosofia cristã e é Honoris Causa em divindade, além de ter feito mestrado em ciências teológicas na Federación de Entidades Religiosas Evangélicas de España (FEREDE), em Madri, capital da Espanha.

Hoje, reconhecido como um dos líderes evangélicos mais conceituados do mundo, já realizou concentrações que reuniram milhões de pessoas. Entre as várias obras sociais feitas, se destaca a arrecadação de 700 toneladas de alimentos não perecíveis para as comunidades carentes, em um evento ocorrido no Vale do Anhangabaú, na capital paulista.

Como escritor evangélico, Edir Macedo se destaca com mais de 10 milhões de livros vendidos, divididos em mais de 30 títulos, sobressaindo-se os best sellers "Orixás, caboclos e guias" e "Nos passos de Jesus", que atingiram a marca de mais de 3 milhões de exemplares vendidos, e, mais recentemente, o primeiro e o segundo volumes de seu livro de memórias, “Nada a Perder”.

Fenômeno editorial

O lançamento dos dois primeiros livros da sua trilogia de memórias promoveu uma grande revolução no mercado editorial.

A obra “Nada a Perder”, da Editora Planeta, é baseada em longa entrevista concedida ao jornalista Douglas Tavolaro.

Na autobiografia, o fundador da Universal fala sobre questões polêmicas, dificuldades enfrentadas, momentos de perseguição e de superação e revela segredos guardados por décadas, além de detalhes íntimos de sua vida. Inclusive, traz sua versão para fatos polêmicos, como a prisão em 1992, e narra detalhes e lições que tirou dos 11 dias em que ficou atrás das grades, em companhia de presos comuns.

O primeiro livro foi lançado em diversas cidades do Brasil e alcançou todos os recordes de vendas por onde passou, tornando-se um fenômeno em 2012, repetindo o sucesso em outros países. Por muitos meses se manteve no topo da lista dos mais vendidos.

Artistas, políticos, autoridades, pessoas comuns, todos estavam curiosos para saber quem é o homem que não deixa sua fé ser abalada, mesmo diante de tanta perseguição.

O “Nada a Perder 2” repetiu o sucesso do volume 1. Nele, assuntos como a compra da primeira rádio e da TV Record, a construção da réplica do Templo de Salomão, entre outros, são abordados e levam o leitor a reflexões importantes para a vida.
Fonte: universal.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário